Clique aqui!
X
Clique aqui e Peça seu Orçamento!
Clique aqui e Peça seu Orçamento!
Conheça os principais tipos de madeira serrada usada em construção

Conheça os principais tipos de madeira serrada usada em construção

Você conhece alguma casa que não usou nada de madeira em sua construção? Quase impossível não é mesmo? Hoje a Bahoma Madeira trouxe dicas sobre madeiras serradas, como elas são utilizadas na construção ou até mesmo em qualquer reforma.

Tirando as casas de contêiner, sua resposta a primeira pergunta que nós fizemos certamente será não! Para quem não sabe existem madeiras específicas para cada construção, por exemplo, a madeira serrada é aquela que resulta diretamente do desdobro de toras ou toretes, constituída de peças cortadas longitudinalmente por meio de serra, independentemente de suas dimensões, de seção retangular ou quadrada.

Isso porque, a madeira é um dos materiais mais antigos nas construções, desde as civilizações primitivas até nos dias atuais. Mesmo com o surgimento (e “concorrência”) de modernas formas de construção, ela continua sendo um dos materiais mais utilizados na construção civil.

Nos últimos anos, especialmente com o aumento do uso das casas pré-fabricadas, a madeira vem se tornando ainda mais popular por aqui. Por esta razão, apresentaremos os tipos mais utilizados na construção civil brasileira.

Quais madeiras são as madeiras mais utilizadas na construção civil brasileira?
A madeira pode ser usada em diversas ocasiões dentro da construção civil, onde a infinidade deste material tende a ser bem grande. A seguir, fique por dentro das principais espécies para algumas necessidades dentro da construção civil.

Madeira para exteriores
A parte exterior de qualquer casa está sob constante ação de efeitos adversos. O mesmo ocorre com a madeira empregada que, está à mercê do calor, da umidade, do ataque de fungos e cupins. Por isso há de se ter cautela na escolha. Dessa forma, recomendam-se o uso de madeiras com características resistentes, caso do Ipê, da Peroba, da Itaúba, da Teca e da Garapeira.

Estas madeiras apresentam alta densidade e por isso garantem maior resistência mecânica e durabilidade. Porém, engana-se quem acha que por serem mais duráveis, não necessitam de tratamento, já que quanto maior a proteção aplicada à madeira, menor é a possibilidade de problemas que podem vir a surgir.

Madeira para construção civil interna e telhado
Na parte interna o fator estético é importante, assim alguns tipos de madeira considerados decorativos (com riscos e “desenhos”) costumam ser bastante utilizados na construção civil. Esse tipo de material deve unir beleza, segurança e durabilidade, pois as madeiras ficarão constantemente expostas e muitas vezes serão quase que componentes da decoração.

Já para o telhado, a Garapeira e o Cambará são dois dos tipos mais indicados, porém, podem apodrecer rápido, e por isso precisam ficar protegidos da chuva e terem manutenção constante. É possível utilizar também a Itaúba e a Peroba, que são mais resistentes.

Madeira para assoalhos e pisos
Em assoalhos e pisos, o recomendado é escolher um tipo da madeira que suporte o trânsito de pessoas, assim, a escolha daquelas que resistem melhor ao risco é ideal.

Para tacos e parquetes, a Peroba-Rosa é uma das mais utilizadas, assim como o Angico-Preto, a Aroeira, a Macacauba, o Pau-Amarelo e o Pau-Darco. O Ipê também é uma madeira altamente resistente a grandes fluxos de pessoas e também ao ataque de cupins, sendo bastante indicado.

Madeira para portas e janelas
Os materiais usados na fabricação de portas e janelas dependem principalmente da questão estética e da durabilidade. Há uma infinidade de opções, cores e outros itens que podem tornar as portas e janelas verdadeiras atrações na casa. Porém, para que valorizem a residência por completo, essas peças devem receber atenção especial, pois ficam expostas a adversidades, principalmente as climáticas.

Madeiras usadas na estrutura da construção
No caso de madeiras destinadas a auxiliar na construção civil, caso da madeira serrada para vigas, caibros e tábuas, os tipos mais utilizados incluem: Peroba-Rosa, Rosadinho, Itaúba, Angico-Preto, Eucalipto e Taipá. Por muito tempo, o Pinho-do-Paraná foi um dos materiais mais utilizados. Outros materiais também incluídos nesse grupo são o Cedrinho e a Jacareúba.